Acordo de compra entre Fox e Disney é completado

Depois de mais de um ano de negociações e ritos burocráticos, o acordo de compra da 21st Century Fox pela Disney foi finalizado e começa a valer a partir das 13h02 da quarta-feira, 20 de maio de 2019.

O anúncio do fim das negociações foi feito em nota publicada pela assessoria de imprensa da Fox, que funcionará pela última vez como empresa independente nesta terça-feira (19).

Apesar da aquisição ter sido consumada somente agora, a Disney já planeja mudanças na Fox há muitos meses — fazendo com que as ações da empresa já estejam planejadas para o futuro próximo. Ainda assim, não existem anúncios oficiais por parte da Disney do que será mudado imediatamente — deixando funcionários da empresa em estado de alerta para possíveis demissões e mudanças em cargos de chefia.

Os funcionários da Fox estão “comemorando” o último dia de independência e o fim da empresa como eles conheciam antes. No Twitter, a gerente de vendas Tara Barnett publicou a foto de uma caixa de Donuts com os dizeres “Feliz dia de número 30608 da Fox”.

Como se deu a aquisição da Fox pela Disney?

Há mais de um ano, a Disney anunciava a compra da 21th Century Fox — aquisição que poderia mudar o panorama de partes importantes da indústria do entretenimento. A compra teve vários impasses e concorrentes como a Comcast (dona da Universal, não a igreja, o estúdio de cinema). No fim das contas a disputa entre empresas resultou em uma compra no valor de US$ 71,3 bilhões por parte da Disney em ações e dinheiro vivo.

Como compras dessa magnitude não acontecem do dia para a noite, as duas empresas começaram o processo de passar por várias instâncias e ritos burocráticos. Nisso, acionistas discutiram e votaram a validade da compra, a Comcast tentou passar por cima da Disney e, por fim, a junção teve que ser julgada e aprovada por órgãos legisladores de 24 países (afinal as duas empresas são ativas em vários territórios do planeta).

Depois de quase dez meses se análises técnicas de grupos anti-monopólio, a compra da 21 Century Fox pela Disney foi aprovada e fechada no começo de março — sendo que os últimos países a autorizarem a transação foram Brasil e México.

Depois de todos esses ritos burocráticos, a Disney marcou a data de 20 março de 2019, às 13h02 (horário de Brasília) para que a aquisição seja consumada e a empresa do Mickey Mouse comece a operar todas as obras e propriedades intelectuais da Fox, com exceção da Fox News (canal que a Disney não quis adquirir) e a Fox Sports (que precisará ser vendida para não sofrer com represálias dos órgãos anti-monopólio — saiba mais).

A integração entre as companhias vai permitir que a empresa coloque em jogo um plano que já está sendo traçado há meses — com o desenvolvimento do Disney+ e do Hulu –, novos heróis na Marvel, produção de séries originais para o streaming, atrações em parques e muito mais. Porém, apesar da satisfação daqueles que sonham em ver X-Men e Vingadores juntos, existem estimativas de que mais de 4000 pessoas serão demitidas com a junção.

Ivison Nascimento

Eu só trabalho aqui...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *